quinta-feira, 1 de maio de 2014

EXIBICIONISMO NA PRAIA !




 

Meu nome é Jú, tenho 28 anos,  sou morena e minha pele na praia forma uma marquinha bem linda (meu marido adora),  tenho cabelo preto liso na altura do ombro, sou baixinha, tenho um corpo em forma devido a muita academia.  Tenho curvas bem desenhadas, meus seios são de médios para grandes e bem empinados (os preferidos do meu marido e ele sempre me incentiva a usar decotes), minha bunda não é nenhum exagero, mas é carnuda e bem arrebitadinha. Meu marido precisou ir trabalhar por cinco dias em Florianópolis e me chamou para irmos juntos, consegui folga no hospital onde trabalho e fomos. Antes de ir, meu marido falou comigo para comprar uns biquínis mais abusados, para curtir ainda mais minhas marquinhas, já que lá era fora de época e que estaríamos na praia quase sozinhos e não teria nenhum conhecido conosco, ele até me deu dinheiro para comprar uns quatro. Tratei de confirmar se poderia mesmo abusar, e ele com cara de tesão falou:

Pode amor, manda ver, corpo bonito quer ser mostrado.

Iríamos ficar em uma pousada de frente ao mar e, quando chegamos lá, fomos dar uma volta na praia e estava como ele tinha previsto, não tinha quase ninguém, fomos jantar no restaurante da pousada, havia poucos hóspedes e quem nos atendeu foi o dono, que era um homem meia idade talvez 40 anos, magro, com estilo surfista, chamado Lucas. Quando ele chegou já deu uma olhada rápida em mim de cima a baixo, eu estava com um vestido desses colado no corpo e tinha um decote razoável, depois de jantarmos, ficamos sentados um pouco vendo o mar e fomos dormir, achei que iríamos transar, mas o Rafa alegou estar cansado e fomos dormir cedo porque no outro dia ele já teria que ir trabalhar logo pela manhã. Quando acordamos, meu marido foi logo tomar café e eu fui me arrumar para praia e, quando ele voltou do café, eu tinha acabado de tomar banho e iria colocar o biquíni. Ele entrou no banheiro e falou:

Vai, coloca o biquíni, que eu quero vê-la antes de ir trabalhar!

Fui de toalha lá me vestir e coloquei um azul florido de cortininha. Não deixei muito cavado e, meu  marido, quando me viu, ficou doido, me mandou dar uma voltinha, e eu a fiz bem sensual. Ele veio mais próximo e falou das marquinhas brancas que ficavam para fora da área do biquíni atual, pegou nos meus seios, apalpou-os e diminuiu ainda mais a cortininha e levantou um pouco para que a parte de baixo, dos seios, também ficasse à mostra. Falei:

 Assim não!... Vai ficar muito escandaloso e você, nem vai estar comigo na praia!.

Ele pediu pra deixar assim mesmo e que queria ver a minha marquinha bem pequenininha. Nunca tinha visto ele me incentivar assim, e pedi para ele me passar protetor nas costas, mas depois falei pra ele passar no corpo inteiro. Ele curtiu muito passar nos meios peitos e, na bunda, ele diminuiu ainda mais o tecido e passou falando:

-Agora sim está bom, vão ficar lindas as marquinhas.

Ele foi trabalhar de pau duro e coloquei minha saída de banho e fui tomar café, quando cheguei já veio o Lucas me atender, me encarou da bunda até aos peitos, todo sorridente.

-Bom dia, vai sozinha pra praia hoje? Por que seu marido não vai?

Falei que ele tinha que trabalhar, ele riu e falou:

-Nossa!... Deixar uma gata dessas, sozinha na praia, não pode não!.

Eu ri junto e falei:

-Acontece que sou fiel e ele não terá problemas.

Ele sempre falava comigo de olho nos meus peitos, a saída de banho cobria o biquíni, mas deixava transparecer um pouco, eu fingia que não via.  Chegando à praia, me acomodei em um dos guarda-sóis, tinha uns dois só ocupados, e a praia estava com pouca gente e alguns vendedores ambulantes, me sentei e fiquei apreciando a paisagem por um tempo, até que chegou o Lucas novamente, perguntando se precisava de alguma coisa e deixou um cardápio. Agradeci e mesmo assim ele continuou a conversa com aquela conversa mole, com certeza queria me ver só de biquíni. Durante a conversa, notei que ele não iria embora até ver o tamanho do meu biquíni, pensei:

 Bom, já que meu marido está querendo me exibir, vamos começar e que seja esse Lucas, o primeiro a me ver.

Minha saída de banho era tipo um vestido, falei:

-Vou tomar um solzinho!.

Levantei e ele até parou de falar na hora, fui levantando a saia e a tirei por cima, tinha que tomar cuidado para que minhas aréolas não saíssem no sutiã, fiquei ajeitando meu biquíni para que nada aparecesse, mas deixei como estava e notei que ele estava boquiaberto, realmente eu estava um escândalo! Ele rapidamente ajeitou a cadeira para eu me deitar, para provocar um pouco, deitei de barriga pra cima, já que ele estava vidrado nos meus peitos, iria o deixar ver um pouco mais, ele falou:

 -Repetindo o que tinha falado, se eu fosse seu marido, não deixaria uma gata dessa sozinha na praia, você é muito linda!

Eu ri, e na hora, eu falei que era certinha e que ele confiava no taco dele, ele sorriu de modo sarcástico e falou:

-Ele deixou você diminuir o biquíni né? Está mais curto do que as outras vezes, é notável!

Eu, olhando pros meus peitos com as laterais brancas respondi sorrindo:

-Sim, ele deixou e até os comprou!

Ele falou:

-Isso sim, é amor, com uma mulher dessas, tem que curtir mesmo!

Eu falei:

-Você deve estar acostumado, morando em praia, muita mulher usa biquíni assim!

Ele concordou, mas falou que como era fora de temporada, as mais bonitas quase não apareciam. Conversamos mais um pouco e ele foi para a pousada, me virei para tomar sol nas costas e, como não gosto daquela marca branca nas costas,  desamarrei o sutiã e comecei a tomar sol. Depois de uns vinte minutos, aparece o Lucas novamente, com uma caipirinha na mão e me dando. Eu falei que não queria e ele insistiu, falou que estava aprendendo a ser Barman e estava treinando e seria por conta da casa, provei e estava uma delícia. Elogiei-o, e ele me vendo com o sutiã desamarrado, mostrava bem as laterais dos meus seios, ainda mais que, por eu estar deitada em cima deles, eles estufavam ainda mais nas laterais. Então, ele perguntou o porquê de eu não estava usando óleo bronzeador. Respondi que nunca tinha usado, e ele comentou que tinha vários na pousada de achados e perdidos, que eram muito bons e nem esperou eu responder, e já foi correndo lá buscar. Trouxe um quase cheio, de umas melhores marcas do mercado e falou que eu poderia ficar com ele. Agradeci e voltei a amarrar o sutiã, com todo o cuidado para não mostrar nada. Ele acompanhava cada movimento e eu me ajeitei na cadeira e ele questionou:

-Não vai passar?

Falei que passaria dali a pouco e eu, continuei tomando a caipirinha. Era um copo enorme e estava muito boa mesmo. Só ficava ouvindo ele contar sobre a cidade e quais as praias eram as melhores, até que ele falou novamente:

-Passa já, pode ser que a tarde chova!

Eu já estava meio zonzinha e pensei:

 Mas que cara mentiroso, quer ver-me passando óleo, bom, já me mostrei até agora, vou alegrar a vida deste cara que tem me bajulado tanto e também não tem mais ninguém da pousada na praia. Abri o pote e comecei a passar nas pernas, nas laterais do bumbum, na barriga e, quando chegou aos seios, ele falou sorrindo:

-Quer ajuda aí?

Sorrindo, falei:

-Claro que não!... Além do que, isso tem dono!

Ele falou:

Aaahhh, que pena, o sol não é mesmo pra todo mundo!

Sorri e continuei passando, passei com bastante cuidado nos seios para não manchar o biquíni, deitei novamente para tomar sol, ele ficou mais um pouco e foi trabalhar. Meia hora depois, ele retornou, eu estava quase dormindo na cadeira, ele chegou:

-E aí gata, vamos virar esse bife?

Concordei com ele e me levantei para passar nas costas e no bumbum, estava de frente pra ele e passava na parte de trás das coxas, quando fui passar nos glúteos, fiquei um pouco de lado, inconscientemente me exibindo pra ele, passei bem devagar para não sujar o biquíni, quando terminei comecei a tentar passar nas costas, mas era óbvio que precisaria de ajuda, mas não ia pedir.

Ele logo falou:

-Me deixa passar nas suas costas? Prometo não te morder.

Dei risada e olhei pra ele e falei:

-Olha lá hein, meu marido não pode saber que você fica dando bebida e bronzeador pra mim!

Ele falou que, por ele, nunca saberia. Deitei-me e o vi olhando diretamente na minha bunda e dando uma suspirada, molhou a mão e começou a passar de forma demorada, mas com respeito. Falei pra não sujar o biquíni e ele falou:

-Então, só tem um jeito!

Desamarrou meu sutiã, deixei, e ele voltou a passar em todas minhas costas e, devido à bebida, comecei a sentir certo tesão naquelas passadas de mão dele. Ele tinha mãos boas para massagem, em uma das mãozadas, ele foi à lateral dos meus seios, deixei, e ele passou mais umas duas vezes de cada lado, aí ele foi para a região lombar. Quando ele passava ali, ele olhava mesmo era para minha bunda ou para a região da minha bucetinha. Meus grandes lábios são bem inchadinhos e com o biquíni curto, ele se mostrava bem saliente, até que pedi pra ele parar de passar (estava com muito tesão e poderia fazer alguma bobagem ali, pena não ser meu marido, que gosta tanto de me ver assim e ele lá trabalhando). Olhei pra ele para agradecer, seu short estava estufado, ele voltou a trabalhar, mas acho que foi é se masturbar, eu estava me divertindo com a situação. Durante o tempo que fiquei ali, vinham alguns vendedores ambulantes vender alguma coisa e, como a praia estava vazia e eu com aquele biquíni, havia alguns, que chegavam a sentar-se ao meu lado e ficavam ali conversando bobagem e eu ouvia certas cantadas, deixava um pouco e depois dava uma cortada para irem embora.

Eu pedi uma porção para o Lucas e quando ele a trouxe, falou:

“E aí gata? Muito assédio aí?”.

Eu falei:

-E como!... Eu estou arrasando aqui, ahahaha!

Ele falou:

-Vai se acostumando..., bonita assim, com um corpo desses e sozinha, não vão faltar machos te paquerando, seu marido está correndo sério risco, ahahaha!

Falei que não, que jamais eu faria isso com ele  e falei:

-Sou fiel a ele!

Ele suspirou e falou sorrindo:

-Que pena, oh meu deus!

Eu ri do jeito que ele falou e, a cada momento, ele ficava mais a vontade com as brincadeiras e indiretas. Eu não cogitava ter nada com aquele cara, mas começava a gostar das cantadas dele. É gostoso sentir-se sendo paquerada. Levanta o astral! Devolvi o bronzeador e falei que se eu precisasse, pediria novamente, ele falou que podia ficar eu neguei e agradeci. Meu marido me mandou uma mensagem dizendo que iria chegar tarde e que depois explicaria. Eu já estava cansada de ficar na praia e fui para o meu quarto. Quando fui tomar banho, vi que eu tinha me queimado bastante, minhas marquinhas estavam começando a se formar e, antes de dormir, fiquei pensando nas coisas que ocorreram durante o dia. Como pude ter deixado um cara estranho me paquerar tanto, casada com um excelente homem . Tentava bloquear meus pensamentos eróticos com todos aqueles homens que tinham me paquerado ao longo do dia, me guardei pra meu marido à noite, estava bem excitada! Quando ele chegou, já era noite, eu estava na cama ainda de baby-doll, que era novinho e cor rosa e semitransparente, ele estava bem cansado, mas todo animado, porque a empresa em que ele estava prestando serviços havia oferecido mais outros serviços para ele e por isso, ele estava chegando mais tarde e chegaria mais tarde nos próximos dias. Na hora, fiquei feliz por ele, mas decepcionada pelo fato de saber que eu passaria o dia, sozinha e, o combinado, era o de passarmos pelo menos o período da tarde juntos. Ele estava tão feliz que nem reparou na roupa sensual que estava usando, minhas marcas nos seios estavam nítidas e nem olhou e nem comentou e foi tomar banho para jantarmos. Coloquei uma blusinha decotada e sem sutiã e uma saia curta, tudo para tentar seduzi-lo, quando ele me viu, fez um simples elogio e fomos jantar. Quando chegamos ao restaurante da pousada, o Lucas quando me viu de longe, já fez um gesto pra mim mostrando como eu estava linda. Segurei a risada e vi que meu marido não tinha visto, ele veio nos atender, ficou ao lado do meu marido e de frente pra mim. Meu marido olhando para o cardápio, ele anotava o pedido e me olhava nos olhos e depois no decote e dava uma mordida nos lábios, tentava disfarçar. Isto aumentava ainda mais minha excitação, ficava imaginando “o cara doido de tesão por mim e o meu marido nem olhava direito”. Jantamos e eu sempre ouvindo meu marido falar do serviço, quando fomos dormir, comecei a beijá-lo e abaixei minha blusa para que ele visse meus seios com as marquinhas, ele elogiou meus seios, mas pediu para que transássemos amanhã, pois estava muito cansado, aceitei, mas fiz cara de que não gostei, ele logo dormiu. Nesta noite tive sonhos eróticos a noite toda, sonhava que estava nua na praia na frente de todos os homens, com o Lucas me agarrando, acordei molhadinha e nem vi meu marido sair para o trabalho. Tomei um banho, coloquei um biquíni do mesmo modelo anterior, mas de outra cor, coloquei a saída de banho e fui tomar café da manhã. Chegando lá, pra variar, o Lucas estava com aquele sorriso no rosto me esperando, me deu um beijo no rosto. Eu olhava pra ele e me lembrava do meu sonho, cheguei a ficar balançada na hora, porque no sonho eu estava deixando ele me agarrar, ele nem conversou muito comigo por estar ocupado com a pousada. Acabando o café eu já fui para praia, me deitei um pouco na cadeira e fiquei um pouco observando o mar e as pessoas, logo chegou o Lucas, ele chegou me perguntado:

 -Agora sim, estou livre e você Jú, como foi a noite? Ele gostou das marquinhas?!

Dei risada e falei:

-Que nada, chegou cansado e só falou de serviço, pediu pra deixar pra hoje!

Ele disse um

-Hiiiiii, assim não dá!... Jú, tenho que voltar e arrumar mais algumas coisas, depois virei te trazer mais algumas bebidas, ok?!

Falei:

-Você quer é me embebedar né?! Ele riu e disse:

-Pode ser, mas você é minha cobaia mais linda!

Depois de um tempo, ele chegou com uma taça enorme de uma batida de frutas com vodca, que estava uma delícia, comecei a tomar enquanto conversávamos, ele sentou mais próximo de mim e perguntou sobre o nosso casamento  e eu falei que estávamos a pouco tempo casados e que essa era praticamente a nossa segunda lua de mel.

Ele riu, com sorriso safado, continuei tomando minha batida que estava quase no final. Já estava bem tontinha, e já estava com bastante tesão, por estar sem transar há dias, e com ele me paquerando o tempo inteiro, olhei pra ele e falei:

 -Me empresta aquele bronzeador novamente?

-Claro Jú, mas só se me deixar passar, tá?

 Eu ri e falei:

 -Só nas costas, seu tarado!

Ele fez um não com a cabeça e foi correndo buscar, fiquei na ansiedade, o efeito do álcool me deixava com pensamentos obscenos com ele. Chegando, já me mandou virar de costas, ele se ajoelhou ao meu lado e bem próximo a mim, soltei as alças da canga e a abaixei até a cintura, o sutiã do biquíni, quase estava mostrando as minhas aréolas dos seios, de tão pequeno. Senti que ele estava dando umas suspiradas da hora, me virei e me deitei de bruços, ele ficou olhando meu corpo, eu deixei um pouco e fiquei olhando pra ele até ele me olhar e falei:

-Pronto? E aí? Tô esperando!

Ele riu e falou:

-Você tem um corpo muito lindo, parabéns, faz tempo que não vejo a minha mina!

Falei:

-Ah é? Estão juntos há quanto tempo?:

-Bem pouco, só ficando, ela estuda fora, vem só daqui a 15 dias.

Ele começou a alisar minhas costas, ainda sem passar o protetor, desamarrou meu sutiã e falou, já pegando na minha canga:

-Vamos tirar isso, vai sujar!

Arrebitei minha bunda e ele foi tirando. Estava com a cara bem próxima ao meu corpo e, quando ele acabou de tirar, deixei minhas pernas um pouco abertas, ele ficou olhando minha calcinha toda enfiada e tampando apenas no limite da minha xoxota, molhou sua mão e começou a passar. Ele me massageava também! Estava uma delícia, eu o elogiei por isso, ele intensificou a massagem, fazia com as duas mãos agora, eu dava umas gemidas a cada passada forte que ele dava. Ele fazia desde o pescoço, até à lombar, demorando mais nesta segunda parte. Ele chegou bem perto do meu ouvido e falou:

-Jú, está gostando?

Fiz um sinal de sim, e ele:

-Abaixa um pouco a sua calcinha, para não sujar, minha mão está suja de óleo!

Como não tinha ninguém da pousada ali, e a praia estava vazia, ainda deitada, eu fui com as mãos nas laterais e abaixei quase um palmo, eu já não estava avaliando muito bem, as minhas atitudes. Queria mais é que ele continuasse a massagem, estava aparecendo o desenho branco do biquíni na parte superior do bumbum e o inicio do racho, voltei meus braços para a posição inicial e senti que ele deu uma encarada bem perto do meu bumbum e voltou a massagear a região lombar. Ouvi um barulho vindo do short dele, acho que ele estava ajeitando seu cacete e, ele fez por bastante tempo nas costas até que ele molhou as duas mãos e começou a passar nas minhas panturrilhas. Na hora, me deu um frio na barriga, mas depois relaxei, já estava quase nua. Deixei-o curtir meu corpo, pois meu marido nem ligava mais pra mim. Ele começou a massagear minhas coxas, meu tesão estava a mil, ele abriu mais minhas pernas e devia estar vendo o formato da minha boceta no biquíni bem de perto, quando começou a subir até à bunda, eu o interrompi falando:

-Lucas, aí não, deixa que eu passo!

Ele me olhou e ainda passando a mão nas minhas coxas, voltou a olhar pra minha bunda, fez mais umas massagens e parou, pedi o pote a ele e passei na minha bunda e ainda deitada porque estava com o sutiã desamarrado, ele continuou ajoelhado ao meu lado, olhando eu passar, olhei para o short dele e o seu pau estava duro que nem uma rocha e quase saindo do calção, ele viu que eu olhei, acabei de passar e comecei a tomar meu sol. De vez em quando eu me ajeitava na cadeira e quase apareciam meus seios, ele estava visivelmente excitado, ele foi cuidar da pousada, mas não ficou nem 20 minutos e já voltou. Pedi a ele que amarrasse meu sutiã, ele fez, mas não apertou muito, ficou um pouco folgado, me virei para tomar sol de frente, minha calcinha do biquíni, como eu tinha mexido nela, ao me virar vi que estava bem abaixada e mostrando o início dos pelinhos, eu a puxei pra cima e olhei pra ele e lógico que ele estava olhando e nem disfarçou, dei uma risadinha, meus peitos quase que estavam saindo do biquíni por causa da amarração errada, pedi pra ele fazer de novo e ele se negou e falou:

-Você está linda assim!

Ele depois tirou proveito disso e que depois contarei, comecei a passar o protetor na frente, nos peitos e ele ficou olhando e ouvia-o suspirar, agia normalmente, até que ele falou:

-Nossa Jú, você é demais, seu corpo é lindo!

Dei um sorriso e agradeci, quando terminei, ele ficou mais um tempo e saiu, deve ter ido se masturbar, estava louca de tesão também, até que apareceram dois vendedores ambulantes e, um deles, já tinha vindo conversar comigo no dia anterior, mas me viu ali sozinha e com aquele biquíni, ele se sentou ao meu lado para vender canga, o outro vendia colares e brincos, o que vendia canga me ofereceu uma vez, mas estava ali mesmo era pra ficar me vendo, o outro era mais tímido, ofereceu seus produtos e não estava muito afim e o outro pegou um colar dele mandou eu colocar para ver como ficava, os dois olhavam pros meus seios descaradamente, ainda mais com ele frouxo. Ele falava pra provar vários, vi que não iriam sair dali tão cedo, topei comprar um e eles foram embora. Fiquei mais um pouco na praia e fui almoçar e depois dormi, quando acordei, vi que tinha uma mensagem do meu marido para que eu fosse jantar, porque ele iria a um restaurante com os proprietários da empresa. Fiquei puta da vida na hora, mesmo sabendo que ele estava fazendo isso para ganhar mais dinheiro, eu estava sendo jogada para um segundo plano. Na hora do jantar, vesti uma blusinha soltinha sem sutiã e um short curto, o Lucas me vendo já fez cara de tesão e falou:

-Olá Jú, sempre linda como sempre!

Deu-me um beijo bem molhado no rosto, elogiou também meu perfume e falou:

-Está cheirosa hoje para o marido?

Falei:

-Que nada, esse vai demorar pra chegar!.

Fiz o pedido e terminando o jantar fui para o quarto e fiquei vendo TV, quando só lá pelas 11 da noite o meu marido chega, pedindo desculpas e cheirando álcool bem forte, ou seja, hoje não transaríamos. Ele conversou um pouco e logo caiu no sono, estava muito brava, demorei pra dormir e quando consegui, sonhei a noite inteira que estava dando pra alguém, era uma festa  tipo orgia, tinha dado para o Lucas, os vendedores ambulantes, para os amigos do meu marido e só não dei para o Rafa. Ele ficava me vendo dar pra todos, acordei molhada, queria dar de qualquer jeito. Quando amanheceu, vi que meu marido já tinha ido trabalhar, estava muito brava ainda e com muito tesão por causa dos sonhos que tive na noite anterior. Coloquei o meu biquíni mais curto, o sutiã era de tacinha e a calcinha era de lacinhos laterais e bem cavadinha, só iria usar junto com meu marido, mas como ele não estava nem aí pra mim, quem me iria ver assim, seria o Lucas e os outros homens.  Fui tomar o café da manhã, o Lucas veio e, quando viu o tamanho do meu biquíni, por baixo da saída de praia, já ficou louco! Deu-me um bom dia com um beijo no rosto e elogiou meu perfume, falei:

-Ah é, gostou?

Ofereci meu pescoço para ele cheirar novamente, ele fez, mas bem mais demorado, cheguei até arrepiar, dei risada e mostrei meu braço arrepiado, ele me convidou para ir com ele visitar umas praias da região, deve ter notado que estava desanimada. Aceitei na hora,  mas pedi um favor em troca, não contar nada para o meu marido sobre este passeio. Ele falou:

-Claro Jú, será nosso segredinho, vou preparar umas coisas para levarmos e já venho.

Ele veio com uma caixa térmica e falou que eram umas bebidinhas, fomos para o local. A primeira praia era linda, ficamos embaixo de umas arvores, estendi minha canga no chão, quando tirei minha saída de banho, ele falou:

-Nossa!..Jú! Hoje você está de matar, que biquíni é esse? Foi o seu marido que quis que usasse um desses? Ele gosta de te ver assim?”. 

Ajeitando o biquíni, dei quase uma volta para que visse como era o biquíni por inteiro e falei:

-Pois é, era para ser ele aqui comigo, mas foi trabalhar e sobrou pra você cuidar de mim!

Rimos juntos e ele falou:

-Que sorte a minha!

Eu peguei o protetor solar e ele já se ofereceu para passar nas minhas costas, perguntou o porquê não iria passar o bronzeador e falei:

-Chega de me bronzeador! Eu já estou bastante bronzeada. Hoje vamos usar só o protetor.

Ele estava atrás de mim e puxou minha calcinha de biquíni para ver minha marquinha, deixei que ele olhasse um pouco, enquanto ele passava nas minhas costas, eu passava nos meus seios, ele me alisava bastante e como era mais alto que eu, ele via por cima dos meus ombros, eu passar o protetor em volta dos meus seios, estava muito excitada e ele também. Deitei-me e ele sentou do meu lado, dava pra ver o pau duro dele por dentro do short. Ele me deu uma batidinha pra beber, estava uma delícia e bem forte, conversávamos e ele, às vezes, me alisava de vez em quando, fiquei bem alta na bebida e falei para irmos embora, coloquei minha saída de praia e fomos para o carro, estava bem zonza e ele me abraçou e andávamos juntos. Riamos da situação, o carro estava no sol quando chegamos, estava bem quente, abaixei as alças até a cintura , a estrada era de terra e com muitos buracos, o carro balançava bastante, meus peitos pulavam bastante, o Lucas ria olhando, mas bem excitado. Num solavanco do carro, um dos meus bicos dos seios saiu do biquíni. Lucas parou  o carro para me arrumar, ele segurou meus braços e olhou nos meus olhos e caiu de boca nos meus seios, tentei uma reação, mas o tesão falou mais alto, abracei-o também e ele tirou o cacete de dentro do short e guiou minha mão até ele, iniciei uma masturbação nele, ele me beijou de língua e com uma mão liberou o meu outro seio e voltou a chupá-los. Ele enfiou a mão no meio das minhas pernas, e chegou à minha vagina, começou a acariciá-la por cima do tecido e depois enfiou a mão por dentro do biquíni. Como eu estava toda depiladinha e muito melada de tesão, os dedos entraram fácil dentro de mim, comecei a gemer. Olhava aquele cara sugar meus seios com vontade, o pau dele estava melecado na cabeça e eu o masturbava bem rápido. Não demorou muito, e ele deu uma gemida forte e gozou, tirou a mão da minha bocetinha e segurou minha mão sobre seu pênis, guiava para que os jatos caíssem sobre mim, o primeiro jato foi direto abaixo do umbigo e outro, mais grosso, foi nas minhas coxas, o resto escorreu pelas minhas mãos. Ele passou a mão sobre o que tinha caído em mim e foi com a mão na minha vagina, alisou um tempo e tive um pequeno orgasmo. Recompusemo-nos rapidamente e voltamos para a pousada, eu estava meio confusa, mas agimos normalmente.  Cheguei ao quarto e fui direto para o banho, me lavei toda e limpei meu biquíni para que meu marido não visse nada, quando terminei o banho, bateram na porta e era o Lucas, falando que tinha um presente pra mim, me enrolei na toalha e abri a porta, ele já tinha tomado banho também e só estava de short, falou:

-Vim retribuir o que me deu hoje!

Na hora não pensei duas vezes, deixei cair a toalha e ele veio pra cima de mim com tudo, me abraçou peladinha e me beijava e chupava meu pescoço, chupou meus seios, me jogou na cama e foi mordendo minhas coxas até chegar na minha boceta, abriu minhas pernas e olhou fixamente para minha xana com a marquinha de biquíni e caiu de boca, fui nas nuvens na hora! Ele me chupava com muita vontade, tive logo um orgasmo, ele logo se deitou sobre mim e posicionou seu pênis na entrada da minha bocetinha e foi penetrando. Eu deveria ter falado para ele usar camisinha, mas curti o momento, cruzei minhas pernas atrás dele e ele mandou ver em mim. Deitei sobre ele e comecei a cavalgar, ele chupava com força meus seios, tive outro orgasmo, ele me mandou ficar de quatro na beira da cama, meteu com força e rapidez, e desta vez, gemia alto e ele logo gozou.

Ele me encheu por dentro, veio foi até meu rosto e me beijou de língua novamente e falou:

 -Adorei, Jú, depois vou querer mais!

Fiz um sim com a cabeça, sorrindo, ele deu mais uma olhada pro meu corpo, se vestiu e foi embora. Dei uma arrumada no quarto e fui me lavar, nossa estava escorrendo porra pelas minhas pernas, tinha finalmente dado um fim no meu tesão. Nossa! Que trepada, deveria estar arrependida, mas não estava, fiz de tudo para ser fiel, mas o tesão me venceu. Tomei um banho rápido e fui me deitar, dormi umas duas horas, meu marido chegou, me deu um beijo no rosto e foi tomar banho, quando ele saiu, acendeu a luz do abajur e me acordou, disse que queria ver as minhas marquinhas, tirou minha blusinha do baby-doll e adorou as minúsculas marquinhas dos meus seios, caiu de boca neles, pensei:

Lá vamos nós, em outra trepada!

Ele os chupou com muita força, até que ele tirou minha calcinha e viu minha marquinha apenas cobrindo a minha vagina e falou:

-Nossa. Jú!... Que coisa linda que ficou. Você comprou biquínis curtos mesmo, vou dar um beijinho nas partes brancas!

Ainda bem que ele não viu ou não comentou o fato de eu estar vermelha nos grandes lábios. Estranhei também o fato dele querer fazer sexo, logo agora que eu tinha acabado de dar pro Lucas. Ele começou lambendo em volta da minha vagina e passou a língua dentro, arrepiei toda na hora e soltei um gemido. Com certeza, ele estava lambendo boa parte da porra do Lucas..., abri mais as minhas pernas e empurrei sua cabeça para me chupar mais e foi o que ele fez, me chupou com vontade. Eu pensava:

O corninho, chupa sua esposinha  cheia de porra do Lucas.

Gozei na hora, ele parou de me chupar e me beijou na boca, enfiou seu pau em mim que entrou com tudo, ele falou:

-Que delícia que você está hoje!

Falei:

-Eu estava louca de tesão, você me deixou sozinha todo esse tempo, saudade de você!

Ele acelerou o ritmo e gozou muito, dentro de mim, nos beijamos um tempo e ele caiu do meu lado e ficou abraçado comigo. Ele me perguntou sobre o que eu fazia o dia todo. Falei que ia, um pouco na praia, e que depois, voltava pra dormir. Ele me perguntou se eu havia conhecido alguém, e eu falei que ninguém, já que a pousada estava vazia. Aí ele me perguntou se alguém me paquerou, dei um sorrisinho na hora e falei que alguns... Ele perguntou se o cara da pousada me paquerou, falei que só um pouco, mas havia dois ambulantes que andam juntos, que sempre que me veem ficam um tempão conversando comigo e me paquerando. Ele ficou curioso e perguntou como eles eram. Falei que eram típicos caiçaras, barrigudos, nada de mais. Aí, ele me perguntou como eles me paqueraram. Falei que ficavam enrolando na conversa e secavam o meu corpo. Via que enquanto eu falava, ele se interessava, e perguntou novamente do Lucas. Falei que ele me paquerava, mas com respeito No outro dia, era domingo e finalmente meu marido iria à praia comigo, peguei um biquíni de cortininha, e ele me perguntou se aquele era o menor que eu tinha. Eu falei que era o que era o mesmo que eu tinha usado ontem. Ele perguntou se os ambulantes tinham me visto com ele.

Falei pra ele que os ambulantes não tinham vindo ontem, e ele mandou colocá-lo e disse que também queria me ver com um curtinho. Sorrindo falei:

-Bom, depois não briga comigo se ficarem me paquerando!

Coloquei o biquíni de forma bem sensual, e ele falou:

-Não vou brigar não, eu adoro te ver toda gostosa!

Coloquei minha saída de praia e fomos. O Lucas nem aparecia na praia, senti falta dele, meu marido me chamou para caminhar e, quando fomos sair, ele falou para eu ir sem a saída de praia, concordei e tirei, durante a caminhada cruzamos com os ambulantes. Avisei meu marido antes de cruzarmos, eles nos cumprimentaram e ofereceram seus produtos. Na hora me deu uma ideia, pois já que meu marido queria me exibir, eu iria fazer o jogo dele. Os cumprimentei e falei para passarem na pousada depois que queria ver algumas coisas e brinquei:

“-Hoje meu marido está aqui para pagar.”

Eles riram e secando meu corpo descaradamente, falaram que iriam passar lá sem falta. Despedi-me e continuamos a caminhar, e eles continuaram a me olhar. Andei rebolando um pouco, meu marido percebeu, e falou:

-Quer matar os dois? hahaha.

Ri também e continuamos a caminhar.

Quando chegamos à pousada, escolhemos um guarda-sol, o Lucas veio nos oferecer algo para beber e falei para meu marido:

-As batidinhas dele são ótimas!.

Ele perguntou:

Ah é? Então eu vou começar com uma caipirinha e você amor?

-Lucas, me traga aquela de frutas vermelhas!

O Lucas saiu e ele me perguntou:

-Andou bebendo muito aqui? Sua safadinha! 

O Lucas trouxe as bebidas e meu marido experimentou e elogiou e continuou a conversa, o Lucas se portava normal na frente dele e nem parece que me tinha fodido tão gostoso um dia antes, aliás, nem me dava bola. Meu marido tomou a bebida dele bem rápido, logo pediu outra, falei pra ele ir devagar, ele riu e falou que queria curtir muito o dia de hoje. O Lucas voltou com mais uma bebida para ele e trouxe um copo maior, continuaram a conversar, estava me sentindo ignorada. O Lucas só me dava algumas olhadas, me deitei de bruços e desamarrei o sutiã do biquíni e, de vez em quando, entrava na conversa e levantava um pouco o busto pra falar e colocava o braço na frente dos seios. Meu marido me olhava com certa alegria, até que chegaram os dois ambulantes, meu marido todo animado, pediu para o Lucas dar duas cervejas para os dois e pediu que se sentassem. Eu continuei na mesma posição e eles se sentarem de frente pra mim, me olhavam mais descaradamente, não ligavam muito para o meu marido e puxavam papo direto comigo. Pedi para esperarem, fui tomar uma ducha e eles só parados me vendo e o meu marido só vendo eles me secarem, nunca tinha visto meu marido gostar de me exibir tanto. Voltei molhada, e me sequei na frente deles. Depois, pedi pra ver as cangas que vendiam. Ia colocando uma e outra, todos me olhando sem perder um movimento, escolhi uma branca semitransparente.

Todos concordaram, meu marido pagou e comecei a escolher os colares do outro vendedor, os dois ficavam me dando os colares e cada um que colocava eu me virava pra mostrar para o meu marido. Os vendedores quase caiam de boca nos meus seios, gostei de um, mas era muito caro, meu marido topou pagá-lo, mas não aceitei. Separei um para mim e escolhi outro pra levar para uma amiga, fui pegar dinheiro na minha bolsa e tinha esquecido no quarto, meu marido quis pagar, mas não aceitei, fui indo buscar. Meu marido ficou conversando com o Lucas, o vendedor veio atrás de mim e falou que pegaria o dinheiro e já iria já embora, o outro veio mais atrás.

Eu só de biquíni andando na frente deles.

Quando cheguei ao meu quarto, peguei o dinheiro e entreguei a ele, que aproveitou para oferecer novamente o colar caro, mesmo negando, os dois insistiram para colocar de novo. Coloquei e mostrei pra eles. Olharam-me de cima em baixo e falaram que eu estava linda com ele.

Nisso chegou o Lucas, ficou me vendo também, mas entrou no quarto e falou:

-Jú, mostra os peitos pra eles, que eles te dão o colar, pode ser?

Ele já me pegou pelo braço, sentou numa cadeira na lateral do quarto, me sentou no colo dele. Meio desnorteada, me sentei, ele falou no meu ouvido:

-Pode mostrar, eles não vão te atacar, o seu corninho está lá na praia conversando com o funcionário da pousada e eu falei pra ele segurá-lo por 30 minutos. Será sua festa de despedida da pousada. Acabando de falar, já desamarrou a parte de cima do biquíni, segurei e ele segurou meu braço e deixei cair, os dois se aproximaram e retiraram os cacetes do calção, eram bem grandes e o Lucas me mandou levantar um pouco, porque queria tirar o seu também, me sentou novamente com o seu pau no meio das minhas coxas, encostado no tecido que cobria minha bocetinha. Então, o Lucas falou que eles podiam pegar nos meus peitos, os dois se aproximaram mais e quando me tocaram eu me arrepiei toda. O Lucas percebeu e puxou minha calcinha para o lado e começou a masturbar-me e viu que eu estava molhadinha e falou no meu ouvido:

-O corninho, gosta de exibir sua putinha, senta no meu pau agora!

Eu me levantei um pouco e peguei seu pau e coloquei na entrada da minha bocetinha e fui descendo, um dos vendedores caiu de boca nos meus peitos, tentei uma reação, mas o outro caiu de boca no outro, os dois mamando em mim e eu cavalgando no Lucas..., o tesão era tanto, de todos nós,  que o Lucas deu um urro e gozou dentro de mim. Senti um jato forte lá dentro, comecei a gozar também. Os outros dois pararam de me chupar e aceleraram suas masturbações e gozaram  em cima da minha barriga mim e um pouco no lençol e voltaram a chupar meus seios, mas agora, com mais força, deixando-os muito babados e vermelhos. Um deles foi subindo, me lambendo o pescoço e segurou minha nuca e me fez chupar seu pau meio mole ate deixa-lo duro de novo. Ele tinha um gosto ruim, mas o meu tesão estava a mil e aceitei, veio o outro e me deu o pau para chupar também ,estava chupando dois paus e ainda tinha um pau atolado na minha bucetinha . O Lucas me acariciava com seu pau duro dentro de mim, eu rebolava no seu pau e chupava os ambulantes ate que todos começaram a gozar em sincronia nunca tinha visto tanta porra foi sensacional!!!

Os vendedores pegaram suas coisas e saíram do quarto, olhei pro Lucas e ele riu pra mim.

Pronto Jú, está feita sua festa de despedida da pousada !

Levantei-me dele e escorreu muita porra pelas minhas pernas , barriga , coxas e no meu rosto. Fui ao banheiro pegar papel higiênico para me limpar e limpar o chão, o Lucas veio até mim enquanto eu limpava minhas pernas e falou:

-Jú, pode voltar tranquila, pois com a quantidade de álcool que coloquei para o seu marido tomar, ele não deve estar vendo muita coisa.

Sorri pra ele e concordei, voltei para a praia com o colar que tinha ganhado, mas antes de ir para a barraca, tomei uma ducha, para tirar a porra  do meu corpo.

Chegando lá, meu marido estava bem alcoolizado. Ele me perguntou por que eu havia demorado tanto e falei que estava negociando e que tinha conseguido um bom desconto naquele colar que estava usando. Pensei:

Nossa, ele nem imagina o porquê de eu ter conseguido o desconto.

Pedi um pouco da bebida dele e senti que estava forte mesmo, fui até ele para beijá-lo, estava excitada ainda, estava adorando o fato de ser uma mulher desejada por muitos homens e meu marido desejar isso também, falei no ouvido dele: -Rafa, eles quase me estupraram no quarto, ficavam do meu lado no espelho enquanto eu provava os colares, secavam meus peitos e minha bunda, nem disfarçavam, esse biquíni que estou usando é um escândalo!

Notei que o pau dele endureceu na hora e falou:

-Eles gostaram então? E você? Gostou de usar biquininhos? Andar como putinha?

Falei:

-Sim, mas só se você deixar!

Dei outro beijo de língua nele e o chamei para irmos para o quarto, pegamos nossas coisas rapidamente e fomos embora, fui andando na frente rebolando bastante. No quarto, no que já entramos, ele me agarrou com tudo, deitamos na cama e tirei o seu short e cai de boca no seu pau. Ele quis fazer um 69, mas eu não quis. Vai que ele visse algum vestígio da porra , afinal, ele não estava tão bêbado assim.

Eu fui pra cima dele, mostrei os peitos pra ele que caiu de boca, e eu falava pra ele:

-Amor, eles estavam loucos pra chupar meus peitos, quase deixei, eu podia deixar, Rafa?

Ele suspirava de tesão cada vez que eu falava isso, puxei minha calcinha de lado e guiei seu pau pra dentro de mim, entrou facilmente. Também, pudera, além da minha lubrificação, tinha ainda a porra do Lucas para ajudar e, não durou muito, eu gozei e logo o Rafa também gozou e como gozou, devia estar com muito tesão de me ver daquele jeito! No outro dia, quando arrumávamos as coisas para irmos embora, coloquei um tomara-que-caia amarelo, um pouco decotado e uma saia curta rodada, mas sem sutiã, mostrava o desenho das minhas aréolas e a marquinha do biquíni, o Rafa quando viu, ficou doido. Falei:

-Minha despedida, já vamos embora mesmo, só você vai me ver assim.

Ele me deu o seu cartão de crédito e me mandou ir pagar a conta da pousada. Falou que, enquanto isso, iria guardar as coisas no carro e iria me esperar lá.

Na hora, eu quis argumentar, mas vi que ele queria que me exibisse para o Lucas. Dei um selinho nele e falei no seu ouvido:

-Sua esposa  vai lá dar um showzinho para o Lucas!

Ele abaixou minha blusa, olhou meus seios, arrumou novamente e falou:

-Só pode ver, são meus!

Fiquei imaginando o tanto que eu tinha dado os peitos para os machos chuparem naqueles dias. Fui pagar, o Lucas me viu do jeito que eu estava, perguntou do meu marido, falei que tinha ido para o carro. Ele me elogiou muito, disse que tinha adorado tudo o que fizemos e me desejou boa sorte. Quando acabei de pagar, dei uma olhada em volta, não tinha ninguém, dei a volta no balcão, falei pra ele:

-Fica de olho!

Ajoelhei-me e tirei seu pau pra fora da calça. Ele falou:

-Nossa, assim você me mata!

Abaixei minha blusa e cai de boca no pau dele. Fiz um boquete com bastante intensidade pra acabar logo e acabou mesmo, gozou na minha boca, fiz questão de engolir toda a sua porra, ele me segurou ainda ajoelhada e passou a cabeça do pênis nos meus seios e falou:

-Leva uma lembrancinha!

Arrumei minha blusa e sai de lá rapidinho. Meu marido estava esperando no carro com o ar ligado, entrei, entreguei o seu cartão e o abracei e demos um beijo de língua bem gostoso e falei no seu ouvido:

-Adorei a viagem, quero mais!

 



8 comentários:

  1. vc não imgina se ao invés de vc trair seu marido, vc fosse cumplice deles e metesse com seus machos na frente dele.

    ResponderExcluir
  2. Delicia de conto! Bati muito gostoso pra você!

    ResponderExcluir
  3. delicia! assinado h safado

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso o conto e vc é uma delícia...um sonho de mulher. Parabéns tesuda.

    ResponderExcluir
  5. Delicia heim, se a minha mulher aceitasse, eu queria tambem que ela fodesse desse jeito. Delicia. Tesudao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DEIXAR A MULHER LOUCA POR OUTROS HOMENS simpatia para MULHER se transformar numa puta. Para ela se entregar ao prazer. Oração forte , SIMPATIA INFALÍVEL, PORÉM NÃO SE PODE VOLTAR ATRÁS, SALVE POMBA-GIRA MARIA PADILHA RAINHA DAS 7 ENCRUZILHADA! Atrás de outros homens você (AJSMD) vai de rastros, louca de tesão. Salve Pomba Gira MARIA PADILHA RAINHA DAS 7 ENCRUZILHADAS! Dizendo assim: Conheço a tua força e o teu poder, te peço que me atenda o seguinte pedido: QUE(AJSMD) coma e durma, BEBA,TRABALHE, CONSIGA SE DIVERTIR, FIQUE ALEGRE, COM FOGO NAS PARTES BAIXAS E SÓ PENSANDO EM TREPAR. Que seu corpo queime de desejo E TESÃO por outros homens. Que seu desejo a deixe louca por outros homens, Que muitos outros consigam fazer com que sinta prazer, . Que você(AJSMD) deixe loucos de tesão Os outros HOMENS QUE TIVER NA RUA, E EM CASA TOME GOSTO E VONTADE DELES E PROCURE CADA VEZ MAIS E MAIS POR OUTROS HOMENS . Que ela ( AJSMD) procure a todo instante, HOJE, AGORA, desejando sempre sentir outros corpos masculinos a possuindo. E, que OS TENHA EM SEUS PENSAMENTOS O TEMPO TODO. AGORA, ONDE ESTIVER ELA (AJSMD) O seu PENSAMENTO ESTÁ EM TREPAR,(AJSMD) IRÁ FICAR LOUCA DE DESEJO, TESÃO E FICARÁ MUITO EXCITADA AO PENSAR EM TODOS OS HOMENS QUE ELA PODE TER, NESTE MOMENTO PEÇO A TI MINHA RAINHA MARIA PADILHA DAS 7 ENCRUZILHADAS QUE FAÇA (AJSMDI) FICAR LOUCA DE DESEJO, TESÃO E MUITO EXCITADA POR OUTROS HOMENS E FICARA LOUCA DE VONTADE DE ESTAR COM ELES, ABRAÇA-LOS, BEIJA-LOS E FAZER AMOR LOUCAMENTE COM ELES. E Ao deitar, ao acordar, que tenha sonhos ERÓTICOS com outros homens fazendo assim com que SE TORNE CADA VEZ MAIS PUTA. PEÇO AJUDA A TI MINHA RAINHA MARIA PADILHA DAS 7 ENCRUZILHADAS, QUE FAÇA (AJSMD) ACHA-LOS LINDOS E GOSTOSOS E ACHAR O SEUS CORPOS LINDOS E FICAR LOUCA POR ELES . Que (AJSMD) sinta prazer somente por ouvir a voz deles. Faça ela sentir por eles um desejo fora do normal como nunca sentiu e nunca sentirá. PEÇO A TI MINHA RAINHA M!A!R!IA PADILHA DAS 7 ENCRUZILHADAS ! QUE A TORNE UMA MULHER M!UI!TO BOA DE CAMA, QUE SEJA FOGOSA, ATRAENTE, SEDUTORA, SEXY, QUE A DE O PODER DE CONQUISTAR E QUE A LEVE A LOUCURA QUANDO ESTIVER FAZENDO AMOR, QUE ELA GOZE VÁRIAS VEZES E SÓ DE ENCOSTAR EM OUTROS HOMENS ELA FIQUE LOUCA DE TANTO DESEJO E MUITO EXCITADA, QUE ELA (AJSMD) FAÇA AMOR LOUCAMENTE COMO ELES , QUE A ELA SEMPRE CONSIGA UMA EXPLOSÃO DE TANTO AMOR, DESEJO E TESÃO. Agradeço por estar JUNTO DE TODOS OS OUTROS QUE DIVULGUEI trabalhando a meu favor. Vou divulgar SEU nome em troca deste pedido, DE FAZER ( AJSMD) MUITO PUTA, CARINHOSA,INFIEL, SAFADA E TESUDA COM OUTROS HOMENS E COMIGO. OBRIGADO MINHA RAINHA MARIA PADILHA DAS 7 ENCRUZILHADAS, CONFIO EM TEUS PODERES E QUERO QUE ( AJSMD) ame todos os homens, e faça com que ela deixe de lado todos os conceitos de mulher Honesta,sem abandonar o seu marido.... AJUDE-ME A CONSEGUIR TUDO O QUE EU QUERO COM RAPIDÊS E URGÊNCIA.MUITO OBRIGADO POR TUDO SEJA MINHA !GUARDIÃ TODO O MOMENTO, publique no site 7 vezes... QUE ASSIM SEJA... AMÉM -

      Excluir
  6. DEIXAR A MULHER LOUCA POR OUTROS HOMENS simpatia para MULHER se transformar numa puta. Para ela se entregar ao prazer. Oração forte , SIMPATIA INFALÍVEL, PORÉM NÃO SE PODE VOLTAR ATRÁS, SALVE POMBA-GIRA MARIA PADILHA RAINHA DAS 7 ENCRUZILHADA! Atrás de outros homens você (AJSMD) vai de rastros, louca de tesão. Salve Pomba Gira MARIA PADILHA RAINHA DAS 7 ENCRUZILHADAS! Dizendo assim: Conheço a tua força e o teu poder, te peço que me atenda o seguinte pedido: QUE(AJSMD) coma e durma, BEBA,TRABALHE, CONSIGA SE DIVERTIR, FIQUE ALEGRE, COM FOGO NAS PARTES BAIXAS E SÓ PENSANDO EM TREPAR. Que seu corpo queime de desejo E TESÃO por outros homens. Que seu desejo a deixe louca por outros homens, Que muitos outros consigam fazer com que sinta prazer, . Que você(AJSMD) deixe loucos de tesão Os outros HOMENS QUE TIVER NA RUA, E EM CASA TOME GOSTO E VONTADE DELES E PROCURE CADA VEZ MAIS E MAIS POR OUTROS HOMENS . Que ela ( AJSMD) procure a todo instante, HOJE, AGORA, desejando sempre sentir outros corpos masculinos a possuindo. E, que OS TENHA EM SEUS PENSAMENTOS O TEMPO TODO. AGORA, ONDE ESTIVER ELA (AJSMD) O seu PENSAMENTO ESTÁ EM TREPAR,(AJSMD) IRÁ FICAR LOUCA DE DESEJO, TESÃO E FICARÁ MUITO EXCITADA AO PENSAR EM TODOS OS HOMENS QUE ELA PODE TER, NESTE MOMENTO PEÇO A TI MINHA RAINHA MARIA PADILHA DAS 7 ENCRUZILHADAS QUE FAÇA (AJSMDI) FICAR LOUCA DE DESEJO, TESÃO E MUITO EXCITADA POR OUTROS HOMENS E FICARA LOUCA DE VONTADE DE ESTAR COM ELES, ABRAÇA-LOS, BEIJA-LOS E FAZER AMOR LOUCAMENTE COM ELES. E Ao deitar, ao acordar, que tenha sonhos ERÓTICOS com outros homens fazendo assim com que SE TORNE CADA VEZ MAIS PUTA. PEÇO AJUDA A TI MINHA RAINHA MARIA PADILHA DAS 7 ENCRUZILHADAS, QUE FAÇA (AJSMD) ACHA-LOS LINDOS E GOSTOSOS E ACHAR O SEUS CORPOS LINDOS E FICAR LOUCA POR ELES . Que (AJSMD) sinta prazer somente por ouvir a voz deles. Faça ela sentir por eles um desejo fora do normal como nunca sentiu e nunca sentirá. PEÇO A TI MINHA RAINHA M!A!R!IA PADILHA DAS 7 ENCRUZILHADAS ! QUE A TORNE UMA MULHER M!UI!TO BOA DE CAMA, QUE SEJA FOGOSA, ATRAENTE, SEDUTORA, SEXY, QUE A DE O PODER DE CONQUISTAR E QUE A LEVE A LOUCURA QUANDO ESTIVER FAZENDO AMOR, QUE ELA GOZE VÁRIAS VEZES E SÓ DE ENCOSTAR EM OUTROS HOMENS ELA FIQUE LOUCA DE TANTO DESEJO E MUITO EXCITADA, QUE ELA (AJSMD) FAÇA AMOR LOUCAMENTE COMO ELES , QUE A ELA SEMPRE CONSIGA UMA EXPLOSÃO DE TANTO AMOR, DESEJO E TESÃO. Agradeço por estar JUNTO DE TODOS OS OUTROS QUE DIVULGUEI trabalhando a meu favor. Vou divulgar SEU nome em troca deste pedido, DE FAZER ( AJSMD) MUITO PUTA, CARINHOSA,INFIEL, SAFADA E TESUDA COM OUTROS HOMENS E COMIGO. OBRIGADO MINHA RAINHA MARIA PADILHA DAS 7 ENCRUZILHADAS, CONFIO EM TEUS PODERES E QUERO QUE ( AJSMD) ame todos os homens, e faça com que ela deixe de lado todos os conceitos de mulher Honesta,sem abandonar o seu marido.... AJUDE-ME A CONSEGUIR TUDO O QUE EU QUERO COM RAPIDÊS E URGÊNCIA.MUITO OBRIGADO POR TUDO SEJA MINHA !GUARDIÃ TODO O MOMENTO, publique no site 7 vezes... QUE ASSIM SEJA... AMÉM -

    ResponderExcluir
  7. bati umas 4 punhetas lendo essa história. fiquei com muita inveja de Lucas...

    ResponderExcluir